MUDE SEMPRE

Mude tudo sempre.

Mude a cor do seu cabelo. Mude o corte, também.

Mude o lugar dos móveis da casa. Mude de casa também.

Mude o trajeto que você faz para ir ao colégio. O do trabalho também.

Mude o sabor do sanduíche predileto. E do sorvete também.

Coma menos carne e mais manga. Menos refrigerante e mais água mineral.

Com gás.

Mude o estilo da roupa. Use mais branco. E mais vermelho também.

Mude.

Mude sempre.

Mude seus sentimentos em relação aos amigos. E aos inimigos também.

Mude seus cuidados com a pessoa amada. E por quem lhe ama também.

Mude sua generosidade pelos que pedem. E mais tolerância com quem se doa a você.

Mude sua visão do trabalho e com quem você reparte 1/3 de toda a sua vida.

Mude sua visão da morte, da eternidade e do medo de morrer.

Não culpe nunca ninguém pelo que lhe acontece. Nem Deus, nem o diabo e nem a sorte.

Mude sua visão da responsabilidade. Você é o único responsável.

Cuide mais dos amigos, do seu pai e da sua mãe também.

Tenha um cachorro ou um gato. Com o nome bem pequeno.

Jogue fora o guarda-chuva. E a ansiedade também.

Às vezes fique só. Gente, o tempo todo, cansa. E principalmente

Mude os cuidados com o seu corpo.

Ele é o seu primeiro e único verdadeiro patrimônio.

Sem ele você não muda. Nada.

É no corpo onde habitam todos os verdadeiros desafios.

Ele é todo o seu território no qual são feitas as mudanças.

Então dê uma chance verdadeira a ele.

Mude-o todos os dias.

Respire mais, flexibilize-o mais, distenda-o e finalmente relaxe-o.

Depois medite.

E tudo mudará para sempre.

Joris Marengo