E VIVA A DEMOCRACIA!

E viva a pátria amada Brasil! Voto é secreto. Mas nas Redes Sociais todo mundo adora defender e fazer campanha gratuita a favor de seu candidato e contra os candidatos dos outros. E é óbvio que isso gera discussões, agressões e pessoas que brigam virtualmente. Melhores amigos que trocam farpas para defender seu direito de que o candidato x é melhor e que o y. E se a sua escolha não for igual a do seu amigo, ela se torna a pior escolha do mundo. Mas afinal, alguém tem certeza de algo? Vivemos com teorias, expectativas de mudanças em nosso país. E nestas épocas de eleições todos se tornam mais politizados. Até quem não lê jornais o ano inteiro, até aquele que vive alienado e só sabe das notícias do mundo via Facebook torna-se perito em escolher bons candidatos. Pois é… Não é tão simples assim. Em nosso país que viva a bagunça, que vivam as especulações e os dados em nuvens virtuais, onde não sabemos realmente quem é quem. Qual candidato está com mais ou menos chances? O que é real nos percentuais que aparecem por aí? Quais números podemos confiar?

Apostamos no escuro. E honestamente não vale a pena brigar com o colega em rede social por causa da sua escolha de voto. Escrevo este texto porque vejo isso todos os dias e já está ficando constrangedor. Vergonha alheia. Educação nas Redes Sociais já! Se você quer postar algo político, saiba que pode gerar curtidas de gente que pensa como você, mas saiba que está correndo o sério risco do seu familiar ou melhor amigo virar a cara para você na próxima esquina. Dramático não? É assim que estão as coisas hoje infelizmente.

O primeiro passo para sermos livres é darmos este direito de liberdade de escolha. Queremos muitas coisas. Cada um quer algo diferente para o país. Cada um vê os nossos problemas por uma ótica ou ponto de vista bem peculiar, mas todos concordam com uma única coisa: Educação, Saúde, Emprego e Dinheiro no bolso são essenciais. Como seria bom se essa balança fosse mais equilibrada por aqui. E digo uma coisa, não está desta forma infelizmente. Será que já esteve? Não sei. Não lembro. Acho que entra candidato e sai candidato e nada muda muito. O que mudam são as nossas esperanças. Elas se removam e uma eleição é tempo disso. Renovar as ideias, olhar para nossos umbigos e ver como estamos de verdade. E se queremos viver aqui neste Brasil, precisamos fazer muito por ele. A começar por nós mesmos. Não vai ser o presidente escolhido que vai educar você a ser mais democrático e respeitar a opinião do seu colega na internet. É você mesmo que vai fazer isso acontecer. Portanto fica a dica: Mude o mundo, mude o seu país, mas antes de mais nada, comece por você!

Tha Lopes

http://thalopes.com/blog/e-viva-a-democracia/